Lyrics

Historia de papagaio Eu conheco bastante Vou contar nesse instante uma bem interessante Quando eu cheguei aqui Fui tomar um CAFE Na praca Tiradentes No botequim do seu Vicente Vi um passaro verde Em cima de um palanque Que eu nao conhecia Eu perguntei a freguesia Me disseram que era O papagaio Ze Carioca Professor de portugues (Fala frances, italiano e ate ingles; um bom fregues) Ele ficou meu amigo, E me levou consigo a uma gafieira (Onde eu sambei a noite inteira) De madrugada uma dama fuleira fez um tempo quente E o papagaio pulou na frente Deixa comigo que eu sou carne de pescoco Quem mexer com meu amigo tem que mastigar um osso Nao tenha medo isso e CAFE pequeno eu resolvo so (Pulou pra traz e arrancou o paleto, meu Deus que no Eu vou fugir, pra Maceio, com minha vo)* E, mas de repente a policia chegou e o baile acabou E todo mundo se pirou E o papagaio saiu debaixo da mesa todo rasgado Completamente depenado Os dancarinos ficaram com pena de ver seu estado (Disseram: coitado) Ele saiu gingando se rebolando todo cheio de visagem E dos pelados que elas gostam mais E dos depenados que elas gostam mais.
Writer(s): Jose Goncalves, Zilda Goncalves Lyrics powered by www.musixmatch.com
instagramPath